O guia da mostarda

SONY DSCA mostarda é uma especiaria milenar de sucesso mundial. Ela é a matéria-prima que dá origem há diversas variações de um dos molhos mais populares do mundo, especialmente nas redes de fast food. O molho de mostarda é um ingrediente de combinação versátil que hoje em dia acompanha diversas preparações gastronômicas das culinárias do mundo inteiro. Neste guia você encontra dicas de como utilizar suas principais variações e entender um pouco mais desse ingrediente que tem uma personalidade forte e marcante.

SONY DSC

Historiadores acreditam que a mostarda tenha surgido na Índia, por volta de 3000 a.C. Ela é uma semente pequena, com cerca de 2mm, que pode ser encontrada na Europa e na Ásia. Apesar de pequena, foi considerada grandiosa por algumas civilizações antigas, tendo citações na Bíblia comparando-a ao reino dos céus e também utilizada como remédio para curar doenças.

fullsizeoutput_27ac

A mostrada como conhecemos hoje, facilmente encontrada em supermercados, é um condimento em pasta obtido a partir da mistura dos grãos de mostarda com vinagre, água e sal, basicamente. Por ter uma grande variedade de espécies da planta, existem muitos tipos desse produto disponível no mercado.

SONY DSC

Entre as diversas opções encontradas, cinco delas se destacam por suas características específicas e seu uso culinário recorrente, são elas: amarela, escura, Dijon, a l’ancienne e em grão. Ainda é possível se deparar nas prateleiras com alguns produtos que levam especiarias e até mesmo cerveja.

A regra de harmonização é parecida com a dos vinhos. Para variações amarela, prefira carnes brancas; variações escuras vão bem com carne vermelha.

SONY DSC

As marcas mais famosas – e melhores – são francesas, contudo, as de origem inglesa e alemã também se destacam no mercado. Entre as nacionais é possível encontrar apenas a mais tradicional de todas, que é a amarela.

SONY DSC

Para o guia da mostrada do Conversa Gastronômica, selecionei cinco marcas variadas, sendo uma de cada tipo entre os tipos de variações mais comuns desta especiaria.

  • MOSTARDA AMARELA

SONY DSC

Yellow Mustard Heinz (R$13)

Yellow Mustard Heinz (R$13)

O tipo mais comum de todas as mostardas. É possível encontrar em qualquer supermercado e praticamente todas as marcas do ramo de molhos e condimentos fabrica, mas nem todas tem boa qualidade. Ela deve ter aparência bem amarelada, espessa e cheiro forte, característico do próprio molho. Pode ser utilizada em sanduíches, molhos diversos, tempero para carnes brancas, bolos salgados… É o tipo mais versátil de todas as variações. Com criatividade, use e abuse!

  • MOSTARDA ESCURA

SONY DSC

Mostarda Escura Hemmer (R$7)

Mostarda Escura Hemmer (R$7)

Também conhecida como holandesa, a mostrada escura é produzida com uma variação diferente de grãos (escuros) e seu grau de picância é o mais forte de todas. Seu uso deve ter cautela e não agrada logo de primeira. Ela combina perfeitamente na finalização de pratos “pesados” e carnes vermelhas. Sua textura é parecida com a da mostarda amarela. Experimente utilizar como tempero de carne suína, fica muito bom.

  • DIJON

Maille Dijon Originale (R$17)

A queridinha dos chefs! Por lei, uma mostarda só pode ser chamada “de Dijon” quando produzida de maneira autêntica na cidade de Dijon, na França. Ela é a melhor mostarda do mundo, de verdade. Seu gosto é suave e picante ao mesmo tempo, uma explosão de aromas e sabores. A textura é bem cremosa, parecida com pasta de amendoim. Por ter característica nobre, utilize-a no preparo de receitas especiais, especialmente para molhos. Esse tipo de mostarda não é tão utilizado como “molho” puro de sanduíches.

  • L’ANCIENNE

SONY DSC

Moutarde à L'Ancienne Casino (R$12)

Moutarde à L’Ancienne Casino (R$12)

L’Ancienne quer dizer ‘antigo’ em Francês. Assim como a Dijon, ela também é produzida exclusivamente na França. Trata-se de uma mostarda Dijon feita de maneira rudimentar, à moda antiga. Como antigamente não havia maquinário para processar as sementes, elas eram somente maceradas com vinagre, sal e água até obter uma pasta. Esse tipo de mostarda é um dos mais rústico de todos e seu uso é igual ao da Dijon tradicional. Contudo, a diferença entre as duas é que esse tipo costuma ser mais apimentado do que a Dijon comum.

  • GRÃO

SONY DSC

Mostarda em grãos Cannamela (R$10)

Mostarda em grãos Cannamela (R$10)

Em grãos, a mostarda pode ser utilizada em saladas e molhos, especialmente os mais líquidos que acompanham carnes vermelhas. Diferente das pastas condimentadas, seu sabor não é tão intenso quanto na mistura dos molhos, mas ela garante aroma e textura diferenciada nas preparações gastronômicas. Essa especiaria também pode ser moída e utilizada como tempero para carnes, ou ainda compor misturas que serão utilizadas para dar sabor em pratos cozidos ou assados.

SONY DSC

Agora é com você! Utilize essas dicas e faça seus próprios pratos utilizando a mostarda. Você também pode misturar algumas variações dos molhos já prontos e criar seu próprio blend para utilizar em receitas e consumir da maneira que preferir. Bom apetite!

Posts Relacionados

Comentários via Facebook

Publicado pelo gastrônomo

One Comment

  1. Olá gente, depois de muitos anos do comprando das maionese e ketchup, agora já com a idade bem avançada gostaria de poder sentir mais sabor nas coisas como lanches usando uma Boa mostarda como um bom ketychup, por isso como não sei, gostaria que algum entendido no assunto me indicasse qual a melhor marca de mostarda e ketchup. kagarcialu@hotmail.com , aguardo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *