Alimentos com QR Codes possibilitam mais informações ao consumidor

img_8237

Você já percebeu que algumas embalagens de produtos à venda nos supermercados possuem um código quadrado, todo pontilhado e abstrato, além do código de barras? São os QR Codes, imagens binárias que armazenam dados e podem nos fornecer informações a mais sobre aquele item. Eles foram criados para serem escaneados por smartphones e direcionar o usuário para um banco de dados que fornece referências sobre o tipo da mercadoria, sua origem e indicações sobre os produtores.

img_8233

Inicialmente os códigos foram criados para ajudar na logística das fábricas, mas com o avanço tecnológico, logo eles foram se espalhando e ficando cada vez mais comuns. Hoje é possível encontra-los por toda parte, desde as mídias sociais à embalagens de produtos alimentícios; especialmente os de fabricação artesanal, que utilizam embalagens simples, ou artigos perecíveis que não são produzidos no local onde são comercializados, como frutas e verduras.

SONY DSC

QR Codes em embalagem de sorvete e pimenta. A tendência do mercado é que no futuro ele esteja presente em todo tipo de mercadoria.

Para utilizar esse tipo de tecnologia é simples. Basta ter um smartphone com internet e ter feito download de algum aplicativo que faça a leitura corretamente. Procure ‘QR Code’ na loja de aplicativos do seu aparelho e faça o download de algum leitor. Eu utilizo o ‘Leitor Vivo’, disponível gratuitamente para iOS e Android.

Fazendo os procedimentos acima, o navegador do seu celular vai abrir uma página com todas as informações cadastradas pela empresa fabricante.

Em alguns casos apenas o site institucional da empresa vai abrir, como como aconteceu com o sorvete. Isso frustra um pouco o consumidor, já que o site é voltado para quem busca informações institucionais. No código da pimenta, o leitor direcionou para uma página bem completa, com explicação do produto e um mapa indicando seu percurso até chegar ao mercado.

SONY DSC

Posts Relacionados

Comentários via Facebook

Publicado pelo gastrônomo

Deixe uma resposta