Café de barão para começar bem o ano

Como você já viu no post 7 razões para beber café na semana, consumir essa bebida traz vários benefícios, entre eles revigorar nosso organismo. Para começar 2017 com o pé direito, nada melhor do que um café – de barão – como garantia de retomar as atividades do ano vindouro com gosto de gás. No Barões do Café a gente encontra uma gama de grãos especiais e preparos diferenciados que fazem nos sentir uma verdadeira autarquia da época do Império.

 

Barista Saulo Mota Rocha mostra alguns dos grãos utilizados pela cafeteria

Inaugurada há 7 meses, a cafeteria leva como filosofia ‘o capricho’ na arte de servir cafés. Sob comando dos irmãos Saulo Mota Rocha e Saul Mota Rocha, eles dispõem no local cafés especiais, gourmet e com nuances especiais, como os que apresentam notas de melaço e derivados da cana-de-açúcar. Toda a matéria-prima é nacional e de primeira qualidade, a exemplo do obatã, o mais especial de todos os grãos, com produção de apenas 11 sacas por ano.

Os irmãos apostam no conceito de cafeteria premium e desenvolvem também um trabalho educativo com os clientes. No Barões do Café a gente não toma apenas café ou aprecia a bebida, temos uma aula sobre a história dos grãos e seu preparo. Também é possível escolher o tipo de grão e a forma que queremos que ele seja feito: expresso, prensa francesa, café passado a frio…

Capuccino e quiche, combo escolhido pelo gastrônomo

Minha escolha inicial foi pedir um capuccino belga (R$14) e uma quiche de presunto royale com queijo minas (R$14). Esse capuccino é um dos mais pedidos da casa. Ele é preparado com chocolate belga derretido no fundo da xícara, expresso e leite vaporizado. Chocolate em pó polvilhado por cima finaliza a preparação e decora essa bebida que possui uma harmonização perfeita. Recomendo.

A quiche deixou a desejar por não estar fresquinha, talvez por causa da minha visita no fim do expediente e também pela conversa extensa que tive com o barista Saulo. Minha quiche precisou ser esquentada para que eu pudesse consumir, mas até minha primeira garfada ela já estava fria novamente. Apesar disso, a massa e o recheio estavam numa textura adequada.

Vale ressaltar que a especialidade da casa são os cafés de altíssima qualidade. O próprio Saulo revelou isso sem modéstias na conversa intimista que tivemos. Ele ainda ressaltou que por enquanto ainda acha as sobremesas servidas um tanto quanto “fracas”, mas ainda assim eu não pude sair de lá sem experimentar alguma e ter minha própria opinião formada sobre isso.

O papo fluiu até eu descobrir que o affogato (R$14) também era um dos mais pedidos. É uma sobremesa feita com café e sorvete, montada em camadas numa taça. Leva esse nome pois faz alusão ao fato do sorvete ser submerso em café. Mal terminei o capuccino já pedi a sobremesa.

No Barões do Café o affogato é feito de maneira diferenciada, com café passado a frio, que é ideal para sobremesas e preserva o sabor da bebida. A montagem é feita com nutella, sorvete de creme, coffee cold, creme chantilly e cacau em pó polvilhado. Apesar do barista discordar, não achei a sobremesa “fraca” (ao menos essa), pelo contrário, apreciei bastante o sabor em cada colherada.

Andar superior do Barões do Café

Por fim, é impossível não falar do ambiente. Dividido em dois pavimentos, a arquitetura projetada foi pensada em mesclar o rústico e o contemporâneo para ressaltar toda a filosofia da casa, especialmente o conceito de ensinar sobre a história do café. É possível encontrar livros e objetos que remetem ao contexto histórico do café na decoração dos ambientes.

Fachada do Barões do Café

Barões do Café

Av. Engenheiro Roberto Freire (Shopping Seaway – Loja 07)

Funcionamento: Seg a Ter 14h às 22h / Qua a Sex 14h às 23h / Sao e Dom 15h às 23h

Formas de pagamento: à vista, crédito e débito

 

Posts Relacionados

Comentários via Facebook

Publicado pelo gastrônomo

Deixe uma resposta