A tradição sertaneja do Mangai

Mangai: tradição e regionalidade. FOTO: Manoel Barbosa para Conversa Gastronômica®.

Aberto desde 1998 em Natal, o Restaurante Mangai serve comida regional e possui grande variedade de produtos à venda, algo que remete a história de sua criação e continua enraizado em sua essência até os dias atuais. Ele teve sua fundação em 1989 no estado vizinho da Paraíba, onde no início de tudo, Leneide Maria Tavares (Dora Parea) vendia os produtos da terra numa espécie de budega. Com o passar do tempo a casa se transforma em restaurante, coleciona prêmios e mantém viva a tradição de servir comida sertaneja e vender mangaios.

Buffet do Mangai Natal. FOTO: Manoel Barbosa para Conversa Gastronômica®.

O que mais impressiona no Restaurante Mangai é a quantidade de opções que temos à disposição para montar nosso prato. Durante o almoço o restaurante funciona em formato self-service a partir das 11h com o buffet recheado com mais de 100 preparações diferentes, especialmente comida nordestina e pratos da culinária brasileira. À tarde, os pratos mudam e começam a servir as sopas, cuscuzes e outros pratos quentes para o jantar.

É possível encontrar diferentes tipos de carne, várias preparações de arroz, purês, saladas e diversos tipos de feijão. O sabor da comida é bem equilibrado e preparado conforme manda a tradição de cada receita. É quase impossível não agradar os paladares mais exigentes com essa infinidade de comida.

Entre as opções que escolhi para o meu prato estavam folhas e vegetais frescos, purê de batata super suculento e aveludado, macaxeira frita e chips de batata doce sequinhas e crocantes, baião de dois e uma carne-de-sol na nata de comer rezando. Um dos detalhes que muito me agradou foi a quantidade de sal na comida, estava no ponto certo! Para beber a escolha foi suco de seriguela, que eu nunca havia tomado e super recomendo. Achei o sabor muito parecido com cajá.

As sobremesas também não deixam a desejar, existe uma parte do buffet dedicada exclusivamente aos doces. Você pode se servir ou também pedir alguma específica à la carte. Cocadas, pudim, flan, banana caramelada e até mesmo algumas tortas mais sofisticadas compõem o balcão dos apaixonados por guloseimas.

Coco zoião (R$16,90). FOTO: Manoel Barbosa para Conversa Gastronômica®.

O Coco Zoião é uma das sobremesas à la carte que faz sucesso no Mangai. Ele mistura um doce tipicamente nordestino, a cocada, com sorvete de creme produzido pela própria casa. Calda de caramelo, canela e pau e hortelã ainda finalizam a apresentação do prato com um charme a mais.

A ambientação do espaço não poderia ser diferente da comida. Ela tem características rústicas que lembram o sertão nordestino. Um fato que chama a atenção são os mangarás pendurados no salão. As bananas são um cortesia para acompanhar a refeição. No espaço ainda existe uma “budega” com mangaios à venda. Você pode conferir mais detalhes no vídeo.

Gelato Mangai

No fim do ano passado, em dezembro de 2016, o Mangai decidiu apostar numa novidade que combinou perfeitamente com a cidade do sol: o gelato. A ideia surgiu de aproveitar a estrutura que existia no restaurante para fabricação de polpas e transformar as mesmas frutas utilizadas nos sucos para criar gelatos, uma mistura artesanal e refrescante que lembra sorvete, mas sem adição de corantes, conservantes ou produtos industrializados.

Gelato Mangai. FOTO: Manoel Barbosa para Conversa Gastronômica®.

Cinquenta sabores diferentes estão sendo produzidos para a gelateria do Mangai. A ideia é que eles sigam um rodízio sazonal conforme a época de cada fruta, que são colhidas na Paraíba. Além das frutas, ainda existem sabores inspirados em pratos de sucesso do restaurante, a exemplo do gelato de tapioca e a versão de rapadura com queijo coalho. O preço varia conforme o tamanho da versão escolhida e as opções custam de R$8 (tamanho P) a R$69,90 (1kg).

Gelato de rapadura com queijo coalho. FOTO: Manoel Barbosa para Conversa Gastronômica®.

Experimentei o de rapadura com queijo coelho e achei bem diferente. É difícil descrever o sabor, mas procure imaginar um sabor neutro com pedaços de caramelo crocante. Não é ruim, mas é algo que não estamos tão acostumados e que vale provar.

Fachada do Mangai Natal. FOTO: Manoel Barbosa para Conversa Gastronômica®.

Restaurante Mangai Natal

Av. Amintas Barros, 3300. Lagoa Nova. Natal-RN.

Funcionamento: diariamente das 11h às 22h.

Contato: (84) 3206-3344

Formas de pagamento: à vista, crédito e débito.

 

Posts Relacionados

Comentários via Facebook

Publicado pelo gastrônomo

Deixe uma resposta