Mestre Cervejeiro de verão a verão

Itaipava premium é boa opção para curtir a melhor época do ano

O verão é uma das melhores épocas do ano, sem sombra de dúvidas. Nesse período de sol, praia e calor, muitos aproveitam para tomar um cerveja gelada e se refrescar. O que poucos sabem é que essa combinação perfeita não seria nada se não fosse o trabalho dos mestres cervejeiros, responsáveis pelo padrão de qualidade da bebida nas cervejarias.

Leonardo Penna, mestre cervejeiro do Grupo Petrópolis

Leonardo Penna é um desses magos da bebida. Engenheiro de alimentos por formação, ele foi selecionado para estudar na Alemanha e se tornar Técnico Especial em Cervejaria na escola VLB de Berlim, uma das mais tradicionais do ramo. Atualmente no Grupo Petrópolis, há 14 anos ele tem a missão de garantir a fabricação de uma boa cerveja na indústria. Entre os rótulos que passam pelo crivo do Mestre Cervejeiro, está a Itaipava.

Paulo Hallmann e Leonardo Penna são os mestres cervejeiros da Itaipava na fábrica de Itapissuma-PE

O que faz um Mestre Cervejeiro?

Ele é responsável por acompanhar a produção e garantir a qualidade da cerveja em todas as suas etapas. Desde a silagem, analisando as matérias-primas, até o envasamento desse produto, o mestre cervejeiro acompanha tudo. Ele precisa verificar essas etapas e certificar que tudo está ocorrendo conforme o planejado.

Leonardo Penna acompanha todas as etapas de fabricação da Itaipava na fábrica do Grupo Petrópolis em Itapissuma-PE

O que é necessário para ser Mestre Cervejeiro?

Geralmente a pessoa faz cursos da área de biologia, química ou engenharia de produção. Após uma certa experiência de trabalho e vivência numa cervejaria, ela é escolhida num processo seletivo. Dependendo do seu perfil e também do seu grau de instrução, ela é encaminhada para um curso no exterior. Existem escolas especializadas nos Estados Unidos, França e Alemanha. Lá o profissional garante esse aporte mais técnico e se profunda ainda mais na ciência e tecnologia da fabricação da cerveja.

Você pode fazer um Beer Tour e conhecer o processo de fabricação da Itaipava na fábrica do Grupo Petrópolis

Existe uma fórmula para fabricar a cerveja perfeita?

Isso varia de pessoa para pessoa, de gosto para gosto, e método para método. Mas todo produto que alguém se dedica a fazer de corpo e alma, com trabalho sério, unindo a parte do conhecimento com a tecnologia, certamente vai garantir um boa receita e um bom produto; claro que com boas matérias-primas.

Fábrica do Grupo Petrópolis em Itapissuma-PE

Que tipo de informações a gente pode verificar no rótulo para saber que está comprando uma boa cerveja?

No rótulo é bom se atentar ao tipo, variedade de cerveja e graduação alcoólica. Se esse último ponto for muito alto, por exemplo, talvez não seja a cerveja ideal para consumir na beira da praia, e sim apostar um rótulo mais leve para a ocasião. O rótulo diz muito, mas pra saber mesmo, só degustando e experimentando a cerveja. Aí você vai ter a sua opinião. As vezes a informação do rótulo é complementar e apinião do consumidor final é a que conta.

Confira 3 formas de harmonizar cerveja

É possível encontrar cervejas artesanais tão boas quanto as industrializadas ou vice-versa?

Hoje em dia é possível encontrar cervejas de proposta artesanal em maior escala. Existem grandes empresas que fabricam cerveja artesanal em grande quantidade. Também tem muita cervejaria que começou pequena, já está numa escala significativa, mas ainda preserva a identidade artesanal. Então o que vale mesmo é a opinião de quem aprecia.

É função do mestre cervejeiro garantir a qualidade da cerveja durante o processo de fabricação da bebida

Posts Relacionados

Comentários via Facebook

Publicado pelo gastrônomo

Deixe uma resposta