Ketchup Strumpf preserva tradição rústica à mesa

Ketchup Strumpf é produzido de forma artesanal

Nos tempos modernos as gôndolas e prateleiras do supermercado reflete a aposta da indústria em alimentos ultraprocessados, mas nem sempre representa a real escolha do público. Inverso a isso, opções pedaçudas de ketchup e molhos artesanais possuem sobrenome de peso: Strumpf. De origem brasileira, os molhos diversos da marca conquistam o paladar pela característica artesanal e tradição de manter a rusticidade à mesa.

Strumpf tem opções para todos os gostos

Disponível nas versões rústico, defumado e muito, muito apimentado, os molhos são produzidos num rancho em Itu, no interior de São Paulo. É possível comprar pela internet na loja online caso sua cidade não possua o produto. O tomate representa 60% da receita, aperfeiçoada durante dois anos pela família Strumpf antes de comercializá-lo. Entre as criações ainda figuram o molho barbecue e a mostarda, que promete realçar o sabor dos grãos suavizados com um tempero levemente adocicado.

Defumado vai bem da pizza ao sanduíche

A impressão de saborear um molho puro, com textura e sabor intenso é presente em todos os ketchups. A versão defumada é minha favorita, rica em sabor e aroma. Surpreende muito utilizar essa variação na pizza, sanduíche e até mesmo como ingrediente de patês e molhos culinários. Lembra um pouco um leve de molho barbecue ou ketchup pedaçudo com páprika. Já o muito, muito apimentando, possui sensação picante bem original, como uma autêntica mostarda Dijon ardendo na boca, mas de tomates!

Ketchup rústico é pedaçudo e suculento

Ainda entre os motivos para experimentar o Strumpf estão:

  1. Valor energético: A marca líder possui 50% mais calorias por porção em comparação com a mesma porção Strumpf.
  2. Sódio: A marca líder possui 156% a mais de sódio por porção em comparação com a mesma porção  Strumpf.
  3. Alimento funcional: A marca líder não contém fibras e o Strumpf contem fibras.
  4. Impacto ambiental: As embalagens contém 25% a mais de peso líquido de ketchup do que os concorrentes, reduzindo o impacto ambiental e compensando as emissões de gás efeito estufa através do plantio de árvores.

O molho barbecue também possui qualidade semelhante aos ketchups. Com ele é possível cozinhar e obter pratos como a picanha ao molho barbecue. Na preparação abaixo, a carne foi temperada com sal, pimenta e selada em grill numa temperatura alta por aproximadamente 2 minutos. Em seguida o molho foi pincelado na picanha e assada em forno pré-aquecido a 120ºC por aproximadamente 30-40 minutos. O resultado é uma carne saborosa e suculenta.

A picanha selada no grill preserva os sucos da carne até ser finalizada ao forno. A temperatura baixa permite cozinhar lentamente sem perder a suculência. O molho traz sabor e uma fina crosta de sabor acentuado. A dica é servir com molho campanha (tomate, cebola, azeite, salsinha, alho poró e azeitona) e farofa panko.

Picanha ao molho barbecue Strumpf

Posts Relacionados

Comentários via Facebook

Publicado pelo gastrônomo

Deixe uma resposta