Café e paçoca: da internet para a mesa do brasileiro

A paçoca de amendoim nunca esteve tão em alta nas publicações gastronômicas da web, especialmente nos grupos do Facebook. A união desse doce com café casa perfeitamente com o paladar dos coffee lovers, sendo apreciado de norte a sul do país em combinações diversas, da mais simples à complexa. A cafeína da bebida com a gordura proteica do alimento, pode contribuir no despertar do corpo e colaborar no funcionamento do organismo.

Eu já listei aqui 7 razões para beber café na semana. Produzir energia, melhorar a memória, relaxar e fortalecer a imunidade do corpo são apenas alguns dos benefícios desse “queridinho do brasileiro”. Somado aos benefícios do amendoim presente na paçoca, a combinação ainda ganha função que diminui o colesterol ruim e colabora com a saciedade, por ser rico em fibras. Nutricionistas ainda afirmam que as sementes possuem grande variedade de nutrientes como ferro, potássio, magnésio, vitaminas do complexo B e ômega 3.

O processo de fabricação da paçoca consiste em secar as vagens, torrar e moer o grão, adicionar sal, açúcar e prensar a mistura até obter a forma desejada. Apesar de simples, a melhor forma aproveitar 100% dos benefícios da leguminosa é de modo cru ou torrado.

Em Natal a Chapelatto Coffe Shop é uma das cafeterias pioneiras em servir preparações com a iguaria. O Mescolatto de Paçoquinha é um shake com base de sorvete, café e paçoca de amendoim, muito apreciado por sua refrescância no estabelecimento. Mas há quem prefira o café expresso, servido com chantilly e paçoca esfarelada sobre a combinação. A temperatura do café ajuda na ativação dos óleos essenciais do amendoim e intensifica o sabor nas bebidas.

*Produzido com informações complementares do G1 e UOL Economia.

Novidade

Deixe uma resposta