Regionalismo e alta gastronomia molda cozinha do Manary

Comida e arte popular do Nordeste beira o mar de Ponta Negra no Manary, hotel e restaurante cheio de charme com localização privilegiada em Natal-RN. Há duas décadas o lugar propõe uma experiência completa na Cidade do Sol; inclusive gastronômica, baseada em frutos do mar com direito a brasilidade e toque de ousadia. A culinária da casa preza por insumos da terra como a manteiga do sertão, jerimum, camarão e frutas tropicais. Combinados, eles transformam-se em preparações dignas da alta gastronomia internacional.

Nas entradinhas o queijo de manteiga com banana da terra toma o lugar do tomate sobre as torradas das Mini Bruschettas, com textura crocante e recheio cremoso. O peixe do ceviche cede a vez à polpa de coco fresco e forma uma versão vegan, envolto em molho a base de limão, azeite extra-virgem, cebola roxa, pimentão e coentro. Não há quem diga que a opção não leva pescado na preparação.

Ainda com sabor peculiar, a carne de sol serve de base para ceviche, servido com sucos ácidos; tartare com redução de cajá e pimenta de cheiro; e carpaccio tendo emulsão de azeite, mostarda dijon e alcaparras guarnecidas por salada de rúcula e queijo parmesão.

Apesar da essência nordestina e preparo artesanal diário em cada um dos pratos, o Manary serve receitas inspiradas na cozinha clássica e apresentação contemporânea. Periodicamente um chef consultor é convidado a modernizar o cardápio do estabelecimento sob influência de sua área de atuação. François Schmitt, francês, foi responsável pela criação do Prato da Boa Lembrança no ano de 2019, o Fideuá Potiguar.

Fideuá Potiguar (R$119)

Tradicional da Espanha, o fideuá é uma massa cozida em bisque, caldo apurado e levemente untuoso, feito a partir de camarões refogados. No Manary o crustáceo aparece em evidência, temperado com ervas. O aroma é uma ode à parte.

A Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança (ARBL) reúne diversos restaurantes que prima pela excelência e qualidade nos serviços nas cinco regiões do Brasil. A missão é recordar a experiência dos consumidores no estabelecimento após a refeição, sendo entregue uma cerâmica pintada à mão como troféu para colecionadores e obra de arte para entusiastas.

Rendez-vous do Caipira e da Sereia (R$89)

Peixes como dourado e sirigado, saladas, carnes e risotos também estão à disposição do freguês. Ostras depuradas, frias ou quentes, podem ser bons “amuse-bouches” durante a refeição. Na carta de bebidas rótulos de vinhos portugueses, italianos, austríacos, franceses e espanhóis salta aos olhos paralelo a drinks, kombuchas, suco de frutas especiais e água de coco.

O Rendez-vous do Caipira e da Sereia é uma opção de prato principal que une mar e sertão. Um cremoso risoto de jerimum com charque e queijo coalho é o centro das atenções, ladeado por camarões grelhados com melado de mel de engenho e flocos de castanha de caju. Coroando tudo isso, a couve crocante traz ainda mais textura.

A Cocada Maraoca e o Crumble de Jerimum são sobremesas contemporâneas no local, ambos com preparo ao forno. A primeira tem sorvete de tapioca e toque cítrico de maracujá; na segunda o dulçor é menos presente, mas o conceito difundido é original, com frescor de gengibre e laranja, crocante de castanha do Pará, aveia, canela e sorvete de coco. A Tartelete de Tâmaras e Ganache com Chocolate, com frutas secas, cacau, castanha e abacate, torna essa seção do menu inclusiva a todos os tipos de consumidores.

Manary Gastronomia & Arte

R. Francisco Gurgel, 9067. Ponta Negra. Natal-RN;

Funcionamento: diariamente das 12h às 16h, para almoço; 19h às 23h para jantar;

Telefone: (84) 3204-2900 / 98148-2573

*Escrito em parceria com o Manary Gastronomia & Arte

Restaurantes

Deixe uma resposta