Yuru tem menu harmonizado e excelente custo-benefício em Natal

Menu de 5 passos custa R$130. FOTOS: Rafael Pereira para Conversa Gastronômica®

Localizado no cartão-postal da cidade, o Restaurante Yuru, no Golden Tulip Natal Ponta Negra, oferece gastronomia baseada na culinária franco-brasileira. Um dos destaques da casa são as edições especiais de menu degustação, onde é possível apreciar 5 pratos harmonizados com rótulos internacionais no jantar. A casa mantém os pratos com assinatura do chef pernambucano Joca Pontes, responsável pela consultoria gastronômica inicial do estabelecimento. Na edição de 21 de setembro, o jantar custa R$130 por pessoa.

O Ceviche Mahi dá boas vindas como entrada. A primeira etapa é composta de lâminas de salmão marinadas no limão com cubos de tomate, tartar de banana, manga e maracujá, castanha de caju, pétalas de cebola roxa agridoce, ervas frescas, palha de batata doce e alho-poró. A harmonização fica por conta do espumante espanhol Poderio Moscato Brut, obtido a partir de uvas Pardina e Eva Terroir, com notas frutadas.

O primeiro prato principal é leve e de forte característica potiguar. O Camarão da Horta traz filé de camarão grelhado sobre cubos de melão e hortelã com toque de pepinos, tomate e cebola roxa. A guarnição fica por conta do mix de folhas com mostarda de mangaba, uma emulsão agridoce obtida a partir da fruta. O português Vila Real Rosé,  harmoniza com a preparação tendo notas de morango e groselha em sua composição. A cada etapa é sugestivo degustar sorbet de limão, para não viciar o paladar no vinho anterior.

Tropicália

A combinação de filé de dourado grelhado com tartar de banana, manga e maracujá, mix de folhas verdes com molho de vinagre balsâmico e chips de macaxeira originam o Tropicália. O vinho português Dom Dinis Branco, traz sutileza para acompanhar o prato.

Filé Tradição harmoniza com Porta 6

De personalidade forte, o Porta 6, tinto português seco, combina com o terceiro prato principal: Filé Tradição. Nele, o mignon bovino é grelhado e servido com um purê de batata inglesa rico em queijos, tendo coalho, manteiga e o brasileiro minas em sua composição. Chips de macaxeira também guarnece o prato e garante textura à preparação.

Pastel Aberto e licor de ginja

A sobremesa fica por conta do Pastel Aberto de Maçã e Banana. Cubos de maçã e rodelas de banana são assadas ao forno e servidas com perfume de canela e mel de engenho sobre massa crocante de pastel, ainda quente. Para constrastar, uma bola de sorvete de creme e castanha de caju em flocos finalizam o preparo. O licor Ginja Caves da Montanha é servido para complementar. A fruta portuguesa que serve de base para a bebida é muito comum no continente europeu e assemelha-se à cereja.

Alexander Borges, gerente geral do Golden Tullip, e o Chef Joca Pontes. FOTO: Rafael Pereira para Conversa Gastronômica©

Alguns pratos do menu estão disponíveis no cardápio do restaurante e podem ser pedidos de forma individual no almoço e jantar. A ideia é que o menu harmonizado seja ofertado de forma periódica de acordo com a aceitação dos clientes e novidades a cada edição, sempre com reservas de pelo menos 24h de antecedência. Aos sábados o Yuru ainda oferece feijoada; e aos domingos, galinhada.

Restaurante Yuru

Av. Engenheiro Roberto Freire, 4382. Ponta Negra – Natal-RN (1º andar do Hotel Golden Tulip Natal Ponta Negra)

Horário de funcionamento: 12h às 15h e 19h às 23h

Telefone: (84) 3646-0100

E-mail: yuru@goldentulip.com.br

Despertei interesse pela gastronomia ainda criança. Aos 7 anos fiz brigadeiro na casa da minha avó após achar a receita numa coleção de confeitaria que eu costumava folhear escondido. Na adolescência cozinhar virou um hobby e criei o Conversa Gastronômica ainda na faculdade. Sou jornalista de formação e “gastrônomo” blogueiro de profissão.

Destaques, Novidade

Deixe uma resposta